sábado, 8 de março de 2008

Blue Moon

Os olhos da lua miam
no telhado da escuridão.
Os olhos da lua enganam
E inventam metafísicas.

Os olhos da lua MENSTRUAM,
avermelham o firmamento.
Enlouquecem pedras
arrepiam o pensamento.

São furacões de saias,
beijos de anil no varal
trepada transcendental.

Os olhos da lua confundem
e criam anarquias.
Cobrem coxas com teias
disfarçadas em meias.

Os olhos da lua uivam
no tom de cio de gata vadia,
são lentes bifocais
que clareiam a noite
e escurecem o dia.

Sacralidades obscenas
equação sem fórmula
química sem elementos
língua sem fonemas.
São olhos-mágicos
espiando as meninas.




Vita caminhava por caminhos tortos. Riscava muros com a ponta metálica do guarda-chuva e cortava caminho pelos terrenos baldios. Evitava os túneis e preferia cruzá-los pelas encostas. Os caminhos íngremes eram os seus preferidos. Dizia que eles lembravam os arrepios da mocidade. Das calçadas conhecia os nomes, os buracos, e os esquecimentos .Vivia achando objetos perdidos.




2 comentários:

Cristina disse...

Marcia:
Adorei seu blog. Queria ter tempo para lê-lo integalmente, mas pela rápida viagem que fiz vi vc daquele jeito criativo/pensativo da época do IFCS. Foi rápido, mas foi uma viagem super legal, com um visual e uma linguagem que me fascinaram. Beijos.

CLAUDIA LIMA disse...

Márcia, minha querida!! Amei seu blog!! Passei um bom tempo por aqui. Vou divulgar seu cantinho... Venha me fazer uma visitinha, também.Namastê!!

Chet

Chet

Home Sweet Home

Home Sweet Home
Que buraco é esse que me faz comer a geladeira?

Livros & Livrarias

Livros & Livrarias
Livrarias são janelas. Livros olham o mundo.Livrarias libertam. Livros revolucionam.

Senhoras do Santíssimo Feminino

Senhoras do Santíssimo Feminino
O poder sagrado Delas.

A Pergunta de Lacan

A Pergunta de Lacan
O mistério do gozo das mulheres

Afrodite & Panelas

Afrodite & Panelas
E no princípio era a GULA...

A Casa

A Casa
O mundo olha pelas nossas janelas...

Um Lance de Dados

Um Lance de Dados
Jamais abolirá o acaso

O Caldeirão

O Caldeirão
Ele não está no final do arco-íris

Armário e Gavetas

Armário e Gavetas
O que será que eles revelam?

Minha Cozinha

Minha Cozinha
Onde tudo começou.

Meus Segredos

Meus Segredos
Laços e refogados culinários

Nossas Luas

Nossas Luas
E são treze...

Seduções & Devaneios

Seduções & Devaneios
Eu o escreveria mil vezes!

Guadalupe, a Santíssima Mestiça

Guadalupe, a Santíssima Mestiça
Como amei descrevê-la!

Amor e Cozinha

Amor e Cozinha
Foi uma delícia escrevê-lo!