quinta-feira, 20 de março de 2008

Varal Noturno

Entre o pregador
o fio e o pano,
um olhar de moça assustada
estica-se como um elástico
pronto a prender um rabo-de-cavalo.
Sensação de roupa na corda,
vento com cheiro de água sanitária
Uma lambida de cloro
Arreganhar de pernas
Lavadeiras modernas
Eternas.
Entre o sabão e as águas vaginais
a liberdade das perversões
agitadas nos varais.
Desvios oclusos
sinais vesgos.
Enxágüe e não deixe pistas,
a menor mancha
pode estragar o trabalho.
Esfregue as pregas
e as bordas.
Lave e enxágüe à noite.
Cuidado com corantes.

Um dia as duas chegaram com folhas de papel celofane, linha e cerol. Perguntei se faríamos uma pipa. Se despiram, abriram os braços e responderam: “Vem voar com a gente menina. A pipa fica para os meninos!”

3 comentários:

taalkatora disse...

What a beautiful expression..
I am out to see that..
Please post new also, I am eager..
Because I am an artist...in a poetic way..I compose poetry...
I just loved ur blog..
Zeneric" from INDIA

Mila Viegas disse...

Ao ler seu poema, imediatamente a cena da minha avó lavando roupas me veio a mente. Eu tinha 5 ou 6 anos de idade, mas ainda tenho essa lembrança muito viva na memória (nem eu sabia). Uma época em que não existia máquina de lavar, e ela tinha um imenso varal de chão, feito à mão, onde esticava algumas das roupas. Era um ritual diário. Mas ela mandou fazer dois tanques, um ao lado do outro (um para esfregar e outro para enxaguar)... era seu orgulho.
Obrigada Márcia, por trazer à tona uma lembrança gostosa.
beijos

TICE disse...

Mulher...Você tem o poder de transformar meu dia e me dá um sorrisão desses bem largos que demoram a se desmontar. Estou apaixonada. Que lindo esse seu dom de fazer tudo tão bonito com esses dedos mágicos. Me vi criança, me vi mulher, me vi velhinha. Obrigada pelo convite. Amo sua " cabeça". Admiro seu talento. Obrigada!

Chet

Chet

Home Sweet Home

Home Sweet Home
Que buraco é esse que me faz comer a geladeira?

Livros & Livrarias

Livros & Livrarias
Livrarias são janelas. Livros olham o mundo.Livrarias libertam. Livros revolucionam.

Senhoras do Santíssimo Feminino

Senhoras do Santíssimo Feminino
O poder sagrado Delas.

A Pergunta de Lacan

A Pergunta de Lacan
O mistério do gozo das mulheres

Afrodite & Panelas

Afrodite & Panelas
E no princípio era a GULA...

A Casa

A Casa
O mundo olha pelas nossas janelas...

Um Lance de Dados

Um Lance de Dados
Jamais abolirá o acaso

O Caldeirão

O Caldeirão
Ele não está no final do arco-íris

Armário e Gavetas

Armário e Gavetas
O que será que eles revelam?

Minha Cozinha

Minha Cozinha
Onde tudo começou.

Meus Segredos

Meus Segredos
Laços e refogados culinários

Nossas Luas

Nossas Luas
E são treze...

Seduções & Devaneios

Seduções & Devaneios
Eu o escreveria mil vezes!

Guadalupe, a Santíssima Mestiça

Guadalupe, a Santíssima Mestiça
Como amei descrevê-la!

Amor e Cozinha

Amor e Cozinha
Foi uma delícia escrevê-lo!