quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Nigra Niger Noite

Quem nunca viu uma noite ruiva
não conheceu Nigra,
a cadela das estrelas.
Minha Gilda de Buenos Aires em affair.
Quem nunca viu o amor de perto
não conheceu Nigra,
a cadela de Eros.
Minha Psique sem neurose.
Quem nunca voou nas asas de um rouxinol
não conheceu Nigra,
a cadela de Debussy.
Minha engraçada Valentine.
Quem nunca mirou a morte
não conheceu Nigra,
a cadela anjo.
Minha doce e bela estrela
como é difícil te dizer adeus...






2 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

SONETO AO CACHORRO

É o Cão, do Homem, seu melhor amigo,
conforme reza o velho e bom ditado;
quem nunca nesta vida foi amado
dará valor a tudo quanto digo.

O Cão nem mesmo tem aquele umbigo
egoísta pra ser idolatrado,
enquanto o ser humano, do pecado
escravo, do egoísmo herda castigo.

Xingando uma mulher, dizem: “Cadela!”;
ofensa muito rude para ela,
a Cadela, mulher casta do Cão,

um bicho que, sem ter nem mesmo mão,
o asseio preza, nos deixando à míngua
quando se limpa com a própria língua!


Nhandeara, 20 de dezembro de 2008
Marcos Satoru Kawanami

..........

juliana disse...

Lamento muito pela sua Nigra.
Os animais são os seres mais puros que nos rodeiam e eu amo os meus como a um filho. Infelizmente poucas pessoas entendem esse amor e essa devoção que sentimos, muitas vezes me chamam de louca por preferir a companhia deles...
Acredite que sua Nigra é o seu anjo e que ainda a rodeia, pois eu assim creio.
Fique com Deus.
Bjs,
Juliana

Chet

Chet

Home Sweet Home

Home Sweet Home
Que buraco é esse que me faz comer a geladeira?

Livros & Livrarias

Livros & Livrarias
Livrarias são janelas. Livros olham o mundo.Livrarias libertam. Livros revolucionam.

Senhoras do Santíssimo Feminino

Senhoras do Santíssimo Feminino
O poder sagrado Delas.

A Pergunta de Lacan

A Pergunta de Lacan
O mistério do gozo das mulheres

Afrodite & Panelas

Afrodite & Panelas
E no princípio era a GULA...

A Casa

A Casa
O mundo olha pelas nossas janelas...

Um Lance de Dados

Um Lance de Dados
Jamais abolirá o acaso

O Caldeirão

O Caldeirão
Ele não está no final do arco-íris

Armário e Gavetas

Armário e Gavetas
O que será que eles revelam?

Minha Cozinha

Minha Cozinha
Onde tudo começou.

Meus Segredos

Meus Segredos
Laços e refogados culinários

Nossas Luas

Nossas Luas
E são treze...

Seduções & Devaneios

Seduções & Devaneios
Eu o escreveria mil vezes!

Guadalupe, a Santíssima Mestiça

Guadalupe, a Santíssima Mestiça
Como amei descrevê-la!

Amor e Cozinha

Amor e Cozinha
Foi uma delícia escrevê-lo!