domingo, 28 de dezembro de 2008

Resoluções Drásticas


se você já cansou de ver sua conta no vermelho, de ser íntegro, honesto, digno e fiel aos seus princípios; se já se deu conta de que este mundo definitivamente não tem lugar para os poetas, romancistas, pintores, cineastas, dramaturgos, escultores, filósofos, estetas e todos aqueles que sonham com um mundo mais justo e mais belo, talvez seja hora de aproveitar alguma das minhas resoluções...

Resoluções Drásticas

No ano que vem fecharei os olhos para o Belo e não mais procurarei estrelas em céu nublado. Queimarei todos os meus livros, principalmente os de filosofia e poesia. Não acreditarei mais nos utópicos e dos poetas manterei distância. Comprarei livros novos, especializados na "difícil" arte de vencer na vida sem fazer esforço ou de enganar os trouxas sem nenhum escrúpulo.
No ano que vem me filiarei a um partido e me tornarei capacho de algum político. Me especializarei na "nobre" arte da estupidez e engodo. Farei tudo que o mestre mandar e se ele disser que a Terra é quadrada, assinarei embaixo. Me tornarei exímia na "fabulosa" arte de escrever palavras vazias em discursos cheios de más intenções. Anularei de tal forma minha integridade e compostura que no final serei recompensada: virarei presidente de alguma estatal.
No ano que vem babarei o ovo de alguma estrelinha ou de algum galãzinho bonito que de arte só entendem a de revistas versadas em fuxicos e babados. Me esquecerei de Cacilda, Fernanda, Marília, Dina, Isabel, Natália, Ítalo, Walmor, Autran, Borghi, Petrin, Gracindo, Procópio e tantos outros, verdadeiramente abençoados por São Shakespeare. Por falar nele, o descanonizarei e o enviarei para o limbo, junto com o velho Lear.
No ano que vem desafinarei meus ouvidos e vibrarei com o máximo de lixo musical que conseguir ouvir. Quebrarei todos os meus discos de Jobim, João Gilberto, Maria Callas, Nara Leão, Elizeth Cardoso, Maysa, Ellis, Wanda Sá, Edu Lobo, Caetano, Mutantes, Gil, Maysa, Amália Rodrigues, Charlie Parker, Os Cariocas, Tom Waits, Marina Lima, Dorival, Nana, Ray Charles, Bessie Smith, Billie Holliday, Luis Melodia, Etta James, Jacques Brel, Edith Piaf, Beatles, Rolling Stones, Bob Dylan, Joan Baez, Clementina de Jesus, Cartola, Dr. John, Nina Simone, os Chicos (Buarque e Cesar)... e comprarei todas as éguinhas-pocotó que encontrar pela frente.
No ano que vem me tornarei guru de alguma estrelinha, astro do futebol ou de uma nova emergente e cobrarei fortunas por cada palavra (?) que eu vier a falar. Aliás, não falarei nada. Guru que é bom é aquele que olha, fica calado e mantém um ar distande, acima de qualquer mortal.
No ano que vem farei previsões para o ano seguinte e aparecerei em todos os canais de TV (de preferência com o telefone para consultas devidamente creditado na tela). Vaticinarei acidentes e mortes de celebridades (sem citar nomes, é claro!), seguidas por possíveis triunfos da seleção, casamentos e divórcios de artistas, gongorras financeiras e desilusões políticas (como se isso fosse novidade!).
No ano que vem esquecerei o meu curso de Filosofia e arrumarei um diploma em alguma universidade holística ou de marketing empresarial. Ministrarei palestras e darei workshops caríssimos, voltados para temas ardilosos tipo "Descobrindo o seu Eu Interior", "Os Anjos e os Negócios", " Torne-se Afrodite em Dois Dias" e "Os Deuses Empresariais". Estarei rica em pouco tempo e nunca mais ficarei no vermelho. Platão, Kant, Sartre, Descartes, Hegel, Hume... certamente entenderão minha completa falta de princípios e excesso de fins.
No ano que vem fundarei mais uma igreja evangélica e afirmarei que Jesus cura em suaves prestações e que o Paraíso pode ser financiado pela Caixa Econômica sem assinatura de qualquer avalista. Tirarei encostos, exorcizarei demônios e vícios, muito mais barato que qualquer outro concorrente. E se os meus sermões convencerem, me tornarei dona de uma estação de tevê e de um partido político.
No ano que vem terei me tornado tão medíocre, tão abjeta, que se eu morrer nem o Diabo aceitará minha alma.

8 comentários:

sthefani disse...

Vc é uma das poucas q ainda honram o compromisso com a grande mãe!Q ainda segue o caminho da delicadeza.Te adimiro por isso.E nao é puxassaquismo barato.bjoss

ADEMIR DE SOUZA disse...

Menina,vc falou tudo, as vezes tenho mesmo vontade...oportunidade é que não falta....mas muita hora nessa calma....rs.

JC Duarte disse...

Bem, se você morrer terá que ficar na fila até o diabo decidir o que fazer com você. Que eu estarei na frente, esperando que o demo tome uma decisão: Ou bem que me manda embora ou bem que se aposenta e me cede o lugar. Que faz 30 anos que faço televisão, os ultimos 15 dedicados a noticiários. Quer algo mais demoniaco?

por Mi Br disse...

Aííííí !!!!!

Vc que reune palavras e idéias nesse texto e as faz terem TODA a importância que merecem ... meu muito obrigada por sua generosidade em compartilhá-lo.

Gasshô ( mãos em prece ) ,
FELIZ ANO NOVO ,

Mirian Brasil.

Witch Hazel disse...

Quem procura, encontra!

Procurei. E encontrei!

^_^

Madja disse...

Neste mundo de valores invertidos, muitas vezes me sinto desperançosa.
As pessoas parecem que esqueceram de ser humanas.
O ser humano não pode viver sem poesia e filosofia.
Adoro seus textos, tenho todos seus livros eles realmente trouxeram magia para minha vida.Estou sempre esperando o próximo :).
Esta má fase com certeza vai passar.
Um bjo

Bruna Assagra disse...

Eu tenho apenas 24 anos... os meus livros, os meus discos, meus ideais e poetas preferidos... larguei engenharia civil por licenciatura em arte...vivo disso....no vermelho.... mas vivo... Vendo essa confissão perco toda e qualquer esperança de um dia as coisas mudarem... de que me adianta ganhar algum se a livraria não tem nenhum livro da coleção baderna e o meu teatro não chegou a classe média... sem parecer Victor Hugo demais.... mas antes a morte que meus livros e meus utópicos ideais.

fulano disse...

Marcia !

" No ano que vem terei me tornado tão medíocre, tão abjeta, que se eu morrer nem o Diabo aceitará minha alma. "

Li seu texto no mínimo 10 vezes; assim como seus livros.

Enfim............é possível que o inferno esteja vazio.

fim de papo.

Chet

Chet

Home Sweet Home

Home Sweet Home
Que buraco é esse que me faz comer a geladeira?

Livros & Livrarias

Livros & Livrarias
Livrarias são janelas. Livros olham o mundo.Livrarias libertam. Livros revolucionam.

Senhoras do Santíssimo Feminino

Senhoras do Santíssimo Feminino
O poder sagrado Delas.

A Pergunta de Lacan

A Pergunta de Lacan
O mistério do gozo das mulheres

Afrodite & Panelas

Afrodite & Panelas
E no princípio era a GULA...

A Casa

A Casa
O mundo olha pelas nossas janelas...

Um Lance de Dados

Um Lance de Dados
Jamais abolirá o acaso

O Caldeirão

O Caldeirão
Ele não está no final do arco-íris

Armário e Gavetas

Armário e Gavetas
O que será que eles revelam?

Minha Cozinha

Minha Cozinha
Onde tudo começou.

Meus Segredos

Meus Segredos
Laços e refogados culinários

Nossas Luas

Nossas Luas
E são treze...

Seduções & Devaneios

Seduções & Devaneios
Eu o escreveria mil vezes!

Guadalupe, a Santíssima Mestiça

Guadalupe, a Santíssima Mestiça
Como amei descrevê-la!

Amor e Cozinha

Amor e Cozinha
Foi uma delícia escrevê-lo!